English EN Portuguese PT Spanish ES

Roteiro Trinidad e Tobago: o que fazer?

Trinidad e Tobago é um país formado por 2 ilhas. Vale a pena pela beleza das praias e clima caribenho.

Eu tive a sorte de ter uma hospitalidade boa na guesthouse que fiquei(Hotel Sanctuary).

A época da viagem foi setembro/outubro. Não é a melhor época para ir, mas eu peguei tempo bom todos os dias, com muito calor e chuvas isoladas que não atrapalharam em nada.

A moeda é o TT dólar, sendo que cada dolar americano compra 6 TT dólares(2015). Não fui em banco trocar, pois praticamente todos davam troco em TT dolar e a conversão sempre essa de 1 para 6.

A comida é excelente na minha opinião! É muito temperada, então pessoas com estômago sensível devem tomar cuidado. Há variedades de peixes e muito frango. O prato típico chama se Palau crioulo(mistura de arroz, frango e muito tempero) que custa em media 8 dólares.

Dia 1-Tobago

Primeiramente é necessário saber que Tobago não é uma ilha tão pequena assim, e não é muito fácil a locomoção. Táxis não estão disponíveis a toda hora (há lugares que levam mais que 2 horas para chegar a partir de Crown Point, que é a região do aeroporto), então o melhor a fazer é alugar carro.

Eu aluguei via site no Brasil pagando 250 dólares por 5 diárias. A mão é inglesa! No começo confunde um pouco, mas depois acostuma. Logo no primeiro dia furei o pneu do carro e tive que andar o dia todo com step.

Dia 2-Tobago

Era domingo e não haviam borracharias abertas. Como estava com step no carro alugado resolvi não ir muito longe. Nesse dia fui para Pigeon Point, que é a melhor praia lá e com a coloração mais clara.

Para entrar na praia paga se 20 TT dólares(3,5 U$ dolar), porém a praia tem muitas comodidades como restaurante com mesas, aluguel de cadeira a 30 TT dolar e até mesmo música no domingo, que é um dia festivo para eles.

Domingo é o dia da Sunday School, que é uma festa que ocorre na Bucco Beach, do lado do hotel que fiquei, mas eu infelizmente não fui e me arrependo pois todos disseram que é legal.

Pigeon Point. Tobago.
Pigeon Point. Tobago.

Passei o dia inteiro na Pigeon Point beach e lá eles oferecem muitos passeios de Jet Ski para quem quiser por U$40 dólares.

Dia 3-Tobago

Esse dia decidimos ir fazer o passeio mais recomendado, que é o passeio de barco na Nylon pool.

Ao acordarmos fomos na locadora de veículos para resolver o problema do pneu do carro furado, mas recebi a resposta que isso era um problema meu hahaha, então com a ajuda do Vish(proprietário da minha guesthouse), achei uma borracharia e por 25 TT dolares resolvi o problema.

Às 11h chegamos na praia Store Bay para encontrar o rapaz que o Vish tinha contatado e fez desconto para gente, ficando 75 TT dólares por pessoa o passeio(normalmente é 100 TT dólares).

A praia Store Bay também é bonita, tanto que depois do passeio ficamos por lá mesmo. O passeio foi das 11h às 14h, e incluía algumas bebidas como água e refrigerante.

A primeira parada é na Bucco Reef, para ver do barco mesmo os peixes lá em baixo pelo vidro( é um Glass Boat). Depois quem quiser faz snorkel em outro ponto, e por último a parada é na Nylon Pool, para nadar e relaxar. RECOMENDO MUITO esse passeio. Bem lindo o lugar!

Snorkel. Tobago.
Nylon Pool. Tobago.
Nylon Pool. Tobago.
Nylon Pool. Tobago.

Dia 4-Tobago

Acordamos e já tínhamos decidido que iríamos conhecer a capital Scarbourough e depois iríamos para as praias longe(Castara beach, Englishman’s bay e Parlatuvier beach).

Em Scarborough fomos no fort King e estava vazio. Foi interessante a visita! Andamos pela capital e depois já pegamos a estrada rumo a Castara beach.

A estrada é muito ruim, montanhosa e até um pouco perigosa. Muito estreita e é demorado o percurso. Tanto a Castara, quanto a Englishman’s e a Parlatuvier são praias bonitas, porém SOMENTE PARA TIRAR FOTOS, não são para relaxar, pelo menos na minha opinião. Tanto que todas elas estavam vazias!

Almoçamos por lá mesmo e voltamos!

A noite fomos na região mais agitada de Crown Point, perto do bar Jade Monkey(as melhores praias e o agito estão tudo cerca do aeroporto).



Dia 5-Tobago

Tiramos o dia para voltar a Pigeon Point, que é a melhor praia de lá mesmo. A noite fomos novamente para Crown Point.

Rodamos muito de carro e para nossa surpresa a gasolina lá é baratissima. Pagamos somente U$15  para encher o tanque, e assim como os Eua não há frentistas.

Dia 6-Ida a Trinidad

Paguei somente U$24  o trecho pela Caribbean Airlines de Tobago a Trinidad! Como queria conhecer Port of Spain, fiquei hospedado na capital em um hotel simples. Ficou U$215  por 2 diárias para 4 pessoas em um mesmo quarto. O nome do hotel é Melborne Inn.

Paguei U$30 do aeroporto para o hotel, pois fica um pouco longe(o aeroporto não é em Port of Spain).

Esse dia fomos ao shopping Movie Towne e almoçamos por lá. A cidade é extremamente quente! Mal aguentávamos andar, então não dava pra fazer muita coisa! Apenas andamos por perto do hotel, mas era feriado e estava tudo fechado.

Dia 7-Trinidad-Port of Spain

Não tem muito o que fazer na cidade! Conhecemos o principal que é a Red House, o Queen Park e a Independence Square.

Eu gostei do lugar! Dizem que é perigoso a ilha de Trinidad! Bem mais que Tobago, por isso não fui a praia Maracas Bay, que também é longe e caro para chegar até lá. Além disso não é bonita comparada com as praias de Tobago.



Dia 8-Trinidad-Port of Spain

Esse dia saí de Port of Spain e fui a Santa Lucia. Paguei U$105 o trecho. Depois voltamos para Tobago e ficamos novamente na mesma Guesthouse do Vish, porém sem carro. Ele nos buscou e levou ao aeroporto, e ainda nos levou na praia Swallows, que é do lado da Pigeon Point.

Cobrou U$10  por cada serviço. Muito barato! (U$ 20 para buscar e levar ao aeroporto e U$10 para levar e buscar da praia, e ainda fez um tour pelo Resort Magdalena).

Esse foi um artigo em forma de relato, escrito no ano de 2015 para ajudar viajantes independentes. Para informações mais detalhadas acesse meu instagram @drdiegoviajando .

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados

Onde comer na Bela Vista?

Bela Vista é um distrito situado na região central do município de São Paulo, que abrange os bairros do Morro dos Ingleses e Bixiga. É

Onde comer em Perdizes?

Perdizes é um distrito nobre de São Paulo que reúne os bairros de Perdizes, Vila Pompéia, Vila Anglo Brasileira, Sumaré e Pacaembu. Assim como outras

O que fazer na Cidade do Cabo?

A Cidade do Cabo (Cape Town em inglês) é uma das cidades preferidas dos brasileiros. Além de ser muito bonita, possui tantas atrações, que fica