English EN Portuguese PT Spanish ES

Dicas de Roteiro na Chapada das Mesas

O Parque Nacional da Chapada das Mesas  abrange boa parte do Cerrado e fica localizado nos municípios de Riachão, Estreito e Carolina, sendo essa última a cidade base mais usada para explorar a região.

É um parque relativamente novo, pois foi criado em 2005. É composto por um conjunto de curiosas formações rochosas, cânions, cavernas e cachoeiras. A visita é imperdível!

Chapada das Mesas- Maranhão.

Quando ir?

Apesar de calor o ano inteiro, a melhor época para ir a Chapada das Mesas é no período da seca que vai de maio a setembro. Eu fui em junho e peguei somente dias ensolarados e com céu azul. De outubro a abril é o período chuvoso, então a chuva pode atrapalhar sua viagem, já que algumas estradas ficam com difícil acesso.

Como Chegar?

A melhor maneira é pegar um voo até Imperatriz e de lá seguir viagem terrestre por aproximadamente 210km até Carolina. Há voos direto de São Paulo, São Luís, Belém e Brasília. Apesar de ser perto de Palmas, não há voos direto conecatando a cidade a Imperatriz.

Caso você esteja em uma cidade próxima e queira optar pelo ônibus, a empresa Jamjoy tem várias rotas no Maranhão, Tocantins, Piauí e Pará.

Eu fiz o trecho noturno de Imperatriz a Palmas que dura 11h e a viagem foi bem tranquila! Saiu e chegou no horário previsto. O ônibus é confortável e tem local para ir carregando o celular.

Viação Jamjoy.

Onde se hospedar em Imperatriz?

Caso você precise dormir em Imperatriz antes de seguir viagem, a minha sugestão é o Ibis Imperatriz . A localização é boa, fica próximo ao aeroporto e aos principais pontos comerciais da cidade.

Hotel Ibis Imperatriz.

Os quartos são bem espaçosos e limpos, mantendo o padrão da rede Ibis:

Quarto Standard com 1 cama de casal. Ibis Imperatriz.
Vista do quarto. Ibis Imperatriz.

O Ibis Kitchen conta com café da manhã, almoço e jantar. Além dos pratos tradicionais, há também opções de menu executivo.

Bar 24h. Ibis Imperatriz.
Almoço: Peixe grelhado com legumes e Baião de Dois. Ibis Imperatriz.

Avenida Getulio Vargas 1779 Centro 65903280 IMPERATRIZ BRASIL

Tel: +559933212699

E-mail: H8885-RE@ACCOR.COM.BR

all.accor.com/hotel

Onde se hospedar em Carolina?

Por ser a cidade base da Chapada das Mesas é lá que você vai ficar a maior parte do tempo. O mais recomendado é pegar uma hospedagem no centro para estar perto de tudo. Eu sugiro a Pousada dos Candeeiros que é um casarão histórico do século XIX.

Pousada dos Candeeiros. Carolina.

São 42 apartamentos distribuídos nas categorias Standard, Superior e Luxo. Todos equipados com ar condicionado, frigobar e televisão, além de banheiro privativo.

Apartamento Superior Duplo. Pousada dos Candeeiros.

O que chama atenção na pousada é a decoração. Possui móveis antigos que remetem ao tempo dos nossos avós. É uma volta ao passado!

Pousada dos Candeeiros.
Pousada dos Candeeiros.

O café da manhã também é muito bom e conta com tapiocas, bolos fritos, ovos, pães, cuscuz, sucos naturais, frutas, frios e bolos doces:

Café da manhã. Pousada dos Candeeiros.

Endereço: Av. Getúlio Vargas, n.1167. Centro. CEP: 65980-000.
(99) 3531-2243

reserva@pousadadoscandeeiros.com.br

pousadadoscandeeiros.com.br

O que fazer na Chapada das Mesas?

A melhor maneira de explorar a região é contratando uma agência para te levar nos lugares com carro ideal, motorista e guia. Algumas atrações são acessíveis somente por estradas de terra, então é fundamental a presença de alguém que conheça bem a região. A minha recomendação é a Torre da Lua Ecoturismo , que foi a agência que escolhi e atendeu todas as minhas expectativas. Todos os passeios citados abaixo foram com eles, inclusive leia até o final porque o último é uma exclusividade dessa agência. É um tour sensacional!

1- Cachoeira São Romão e Cachoeira da Prata

Primeiramente você deve saber que em um única visita é praticamente impossível conhecer todas as cachoeiras da Chapada, já que são muitas. Por isso o foco é nas principais! Essas duas são incríveis e merecem sim uma visita.

A Torre da Lua oferece um passeio de um dia inteiro para o Parque Nacional da Chapada das Mesas saindo 7:30h e chegando 18h.

Para chegar na cachoeira São Romão, que é a maior em volume de água do estado, é preciso percorrer alguns km em estrada de terra, mas em compensação você chega já na entrada do lugar, não precisando fazer grandes trilhas a pé.

Cachoeira São Romão. Parque Nacional da Chapada das Mesas.

O grande diferencial aqui é a temperatura da água que gira em torno de 22º, não sendo congelante como as outras cachoeiras.

Cachoeira São Romão. Parque Nacional Chapada das Mesas.

Outro diferencial é que nessa cachoeira você pode passar por trás fazendo uma pequena trilha:

Por trás da Cachoeira São Romão. Parque Nacional Chapada das Mesas.

A entrada custa R$30 sendo que só aceitam em espécie(junho 2021).

A cachoeira da Prata está a 30km da São Romão. Ela é constituída de três quedas, formadas pelo Rio Farinha. Fomos visitar ela a tarde e almoçamos por lá. O almoço é por encomenda(média R$35 por pessoa). Quem preparou foi o Sr Deusivan que é dono da propriedade. Aqui também tem uma taxa de entrada de R$30(junho 2021).

Cachoeira da Prata.
Cachoeira da Prata.

Na parte de cima da cachoeira tem uma área para banho, mas tem que tomar cuidado porque tem correnteza.

Rio Farinha.

2-Encanto Azul e Poço Azul

A agência oferece essas duas atrações no mesmo dia já que ficam perto uma da outra. Saímos bem cedo às 7h para evitar multidões no Encanto Azul. O deslocamento de Carolina até lá leva em torno de 2h, parte em estrada asfaltada e parte em estrada de terra. Essas atrações são no município de Riachão.

O Encanto Azul é uma  piscina natural formada no fundo de um paredão de rochas e preenchida de água azul cristalina. É recomendado levar máscara de snorkel para ver os peixes. A luz incide mais sobre a água das 10h às 14h deixando o azul ainda mais intenso esse horário.

Encanto Azul.
Encanto Azul.
Encanto Azul.

Dependendo do ângulo tem algumas partes que você também verá um verde intenso:

Encanto Azul.

Já o Poço azul é um complexo maior e com bastante estrutura. Ele possui além do famoso poço azulado, várias cachoeiras e uma tirolesa. Eu comecei pelas cachoeiras menores para depois ir ao poço azul. Por último fui na cachoeira Santa Bárbara que fica já ali na mesma trilha.

Complexo Poço Azul.

A cachoeira dos namorados é pequena mas muito boa para nadar e não costuma ficar tão cheia:

Cachoeira dos Namorados.

A trilha para o Poço é através de uma rampa, mas antes de chegar lá em baixo vale a pena ir até o mirante:

Mirante do Poço Azul.
Mirante Poço Azul.

Lá em baixo também é recomendado descer com máscara de snorkel, e para quem não sabe nadar bom ter colete salva vidas, pois algumas áreas são bem profundas:

Complexo Poço Azul.
Complexo Poço Azul.

A cachoeira Santa Bárbara é a mais impressionante de todas e chega a 70 metros:

Cachoeira Santa Bárbara.
Cachoeira Santa Bárbara.

A entrada no complexo custa R$60 por pessoa e o almoço lá dentro pode ser buffet(R$69.90 o kilo) ou à la carte. Todos esse valores são de Junho/2021.

3- Complexo Pedra Caída

Esse complexo abrange além de um hotel com piscina e restaurante, várias cachoeiras, tirolesa, arvorismo e outras atividades. A entrada custa R$70 mas inclui somente o acesso ao local, todas as atrações são pagas a parte. Esses são os preços(Junho 2021):

Cachoeira Santuário R$30,00

Caverna e Capelão R$50,00

Garrote e Porteira R$50,00

Pedra Furada R$30,00

Teleférico R$60,00

Tirolesa 1400 mt R$90,00

Pirâmide Mística R$30,00

Complexo turístico Pedra Caída.

A cachoeira principal é a do Santuário, que fica escondida entre um imponente cânion. A água despenca de uma altura de 46 metros nele.

Para chegar até a cachoeira é preciso fazer uma caminhada de cerca de 600 metros por uma trilha ecológica passando por diversas quedas d’água:

Percurso até a Cachoeira do Santuário.

O enorme fluxo de respingo geram uma nuvem de água pelo ar o tempo todo, sendo praticamente impossível tirar uma foto perfeita da cachoeria do Santuário, mas o importante é a experiência:

Cachoeira do Santuário.

O passeio até essa cachoeira é guiado, leva em torno de 2h. Na volta recomendo dar uma passada na ponte suspensa do Pedro:

Ponte do Pedro. Pedra Caída.

4- Portal da Chapada

No passeio com a Torre da Lua fomos primeiro no Complexo Pedra Caída e ficamos até 16h lá. Depois seguimos para ver o pôr do sol no Portal da Chapada. Você pode fazer esse passeio também no nascer do sol.

A trilha é leve e curta. Vá de tênis porque maior parte do caminho é com areia. Lá em cima você pode tirar foto do portal com vista para o morro do chapéu.

Portal da Chapada.
Portal da Chapada.

A maioria das pessoas tiram a foto clássica e descem, mas nosso grupo estava com um guia muito bom da Torre da Lua que levou a gente em um local onde quase ninguém vai, e que também tem uma bela visão das 7 marias e Morro do Chapéu. É um bom momento de contemplação:

Visão das 7 Marias.
Vista do Morro do Chapéu.

A entrada no Portal da Chapada custa R$10, sendo que no nascer do sol é R$20(junho 2021).

5-Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua

Esse é o passeio que falei no ínicio do post que é exclusivo da agência Torre da Lua. Começa bem cedo para cruzar a balsa 7h de Carolina no Maranhão para Filadelfia no Tocantins, não do Maranhão.

Rio Tocantins.

De carro chega-se até a base de apoio que é a Fazenda Vale do Matrinxã. Esse nome é em homenagem ao rio que corta o lugar.

Fazenda Vale do Matrinxã.

A trilha começa logo pela manhã e após alguns pontos de subida intensa é possível alcançar o primeiro mirante. De lá já podemos observar as “mesetas” que dão nome a Chapada, lembrando que todo esse passeio é feito no lado do Tocantins.

Chapada das Mesas.

Com o decorrer da trilha  mais cenários vão surgindo:

Chapada das Mesas.
Chapada das Mesas.
Chapada das Mesas.

Por volta das 14h é hora de voltar a fazenda para almoçar e a Torre da Lua fez um almoço bem caprichado:

Almoço. Fazenda Vale do Matrinxã.

Após almoço nada melhor que relaxar no Rio Matrinxã:

Rio Matrinxã.

Para finalizar o dia tem um passeio incrível de barco pelo Rio Tocantins no pôr do sol. Há uma parada para nadar no meio do rio próximo a uma pedra:

Rio Tocantins.
Rio Tocantins.
Rio Tocantins.
Rio Tocantins.

Há muitos outros passeios, cachoeiras e trilhas pele região. Eu não fiz, mas muitos gostam também da trilha do Morro do Chapéu.

Daria para passar mais tempo por lá, mas eu fiz o roteiro Cartão Postal de 6 dias e 5 noites com a Torre da Lua Ecoturismo e achei tudo excelente! Esse é um dos roteiros mais procurados por envolver as principais atrações. Além de incluir guia, transporte 4X4 e alimentação no passeio do refúgio Ecológico Torre da Lua, você conta também com um serviço de transfer ida e volta de Imperatriz a Carolina.

Para quem quiser ter essa experiência segue o contato:

Avenida Getúlio Vargas , 1188 Em frente a Pousada dos Candeeiros Centro
Carolina/MA , 65980-000
(99) 3531-2166
(99) 99225-1112
 Whatsapp (99) 98169-5190
contato@torredalua.com.br

Onde comer em Carolina?

Você passa o dia inteiro nos passeios e chega a noite com fome procurando um bom restaurante para jantar. Os melhores são: Chega + e Espaço Gourmet.

1- Chega +

Esse é um restaurante bem tradicional devido ao ambiente na beira do rio Tocantins. Recomendo ir no pôr do sol:

Restaurante Chega +.
Põr do Sol. Restaurante Chega +.

O Petisco Chega + é uma mistura de carne com macaxeira e calabresa. Eu gostei e recomendo!

Petisco Chega +.

Para o prato principal pedi a moqueca de peixe e o camarão empanado que é bem crocante . Ambos são bem servidos!

Restaurante Chega +.

259, R. Alto Parnaíba, 1, Carolina – MA, 65980-000

9981269286

instagram.com/chegamaiscarolina

2- Espaço Gourmet

Esse restaurante é no centro de Carolina e é lá que você deve provar o prato Maria isabel que consite em arroz com carne de sol. O ambiente é bem bacana! Você pode se sentar na rua que é mais fresco e ver o movimento:

Espaço Gourmet.
Maria Isabel. Espaço Gourmet.

Para quem quiser uma opção sem carboidrato, eu sugiro o Filé à Gourmet que é uma carne recheada com queijo e salada de acompanhamento:

Filet à Gourmet.

Eles possuem no cardápio também vários sabores de pizza, incluindo doce de muçarela com chocolate. Eu nunca tinha comido, mas gostei bastante dessa mistura:

Pizza doce: Muçarela com chocolate.

 R. Cidade do Riachão, 753, Carolina – MA, 65980-000

(99) 98437-6454

instagram.com/espaco_gourmet

 Caso você queira fazer o roteiro Chapada das Mesas + Jalapão(Jalapada) acompanhe o próximo post com as dicas do Tocantins.

Para mais informações e dicas acesse meu instagram @drdiegoviajando .

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados

Onde comer na Bela Vista?

Bela Vista é um distrito situado na região central do município de São Paulo, que abrange os bairros do Morro dos Ingleses e Bixiga. É

Onde comer em Perdizes?

Perdizes é um distrito nobre de São Paulo que reúne os bairros de Perdizes, Vila Pompéia, Vila Anglo Brasileira, Sumaré e Pacaembu. Assim como outras

O que fazer na Cidade do Cabo?

A Cidade do Cabo (Cape Town em inglês) é uma das cidades preferidas dos brasileiros. Além de ser muito bonita, possui tantas atrações, que fica