English EN Portuguese PT Spanish ES

Roteiro Turquia: Dicas

Sugestão de roteiro:3 dias em Istambul + 3 dias em Bodrum + 1 dia em Pamukkale + 3 dias em Goreme(Capadócia).

Dia 1-Istanbul

Fiz essa viagem com mais um amigo e vou tentar resumir um pouco da viagem por lá. Comprei um vôo por 2900 reais todos os trechos. O vôo foi tranquilo, paguei um pouco mais caro porque o vôo saiu de São Paulo em direção a Istanbul,depois fui de istanbul para o Cairo e de lá voltei para o Brasil, ou seja, não comprei ida e volta via Istanbul.

Normalmente pode se encontrar promoções por 2220 reais ida e volta direto.

Na chegada ao aeroporto procurei me informar a melhor forma de chegar ao Meddusa hotel, que se localiza bem na parte mais turística da cidade em Sultanahmet, perto da mesquita azul(que é cinza) e da Hagia Sophia.O hotel é antigo, mas pelo preço pago estava de bom tamanho(23 euros por pessoa por dia). Além disso fornecia café da manhã com as tradicionais frutas secas, ovos, pães e geleias.

Como o país é desenvolvido fica fácil usar metrô, e foi isso que fizemos. Por 4 liras turcas compramos o ingresso saindo do aeroporto, fizemos uma baldiação e descemos na estação Sultanahmet. Já era 23h da noite quando chegamos.

Demoramos um pouco para conseguir informações de onde era o hotel, mas por sorte achamos. Não tive muita dificuldade com idioma! Apesar de ser turco o idioma oficial, eu falava inglês e apenas me desculpava quando alguém não sabia falar, e pedia informação para outra pessoa.

A cidade estava lotada e tudo ficou aberto até 1h. Nesse dia apenas comemos um sanduíche, giramos um pouco e já fomos dormir.

Lá na Turquia, eu não achei muitos albergues! Até cheguei a ficar em um quando voltei para Istambul depois, mas não era bom e nem se compara com esses que estamos acostumados com muitos jovens, pessoas animadas, festas e etc.

Na verdade fiz mais turismo diurno que noturno no país. Essa época que fui era de Copa do Mundo e no máximo encontrei barzinhos (que fechavam cedo). Não cheguei a ir em baladas!

Dia 2- Istanbul

Istanbul é uma cidade bacana! Esse dia após o café da manhã, decidimos apenas rodar pela cidade, e como estávamos perto de todas as atrações, fizemos quase tudo pela manhã a pé. Deixamos a tarde para irmos de trem até o outro bairro turístico que é Beyoglu.

Já fomos direto para a Blue Mosque, que não paga nada para entrar, apenas exigem que mulheres não deixem os cabelos soltos. A arquitetura da mesquita é muito bonita.Vale a pena! É um cartão postal da cidade. Eles deixam os turistas entrarem em horários diferentes das orações.

Essa época que fomos (junho) era Ramadã, então as pessoas ficavam o dia inteiro sem comer,  podendo ingerir algo das 19h às 03h, mas mesmo assim devido ao turismo, restaurantes estavam abertos.

Após girar bastante o centro, tiramos algumas fotos da Hagia Sophia por fora e vimos que tinha algumas atrações pagas por ali mas não entramos. Decidimos entrar na Hagia Sophia apenas no dia seguinte.

Depois decidimos ir comprar os tickets de ônibus para fazer os translados internos. Caminhamos um pouco e compramos pela empresa “turista”que fica na rua principal, o ticket para irmos a Bodrum por 85 liras turcas. Foi um pouco mais caro do que comprar diretamente na estação de trem, mas pelo menos não precisamos gastar indo até a estação para comprar a passagem pela empresa de ônibus que chama Metro(fizemos todos os trechos por essa empresa e ela é boa, serve até sorvete, bolachas,água e outras bebidas).

É possível pesquisar alguns valores de trechos internos por esse site aqui , mas eu não consegui comprar a passagem por ele. Não me arrependo! Comprei lá sem problemas e sem Iof! Tudo lá pessoalmente!

A tarde após girarmos e comprarmos a passagem, fomos almoçar em um restaurante perto do Grand Bazaar, que é onde fomos em seguida. A comida turca é boa, eles não usam muita carne de vaca,usam mais de carneiro. Tem frangos, peixes, kebabs, koftas.

Esse dia já fomos enganados pelo garçom que foi nos oferecendo molhos e etc. Depois cobrou tudo!

O Grand Baazar é um bom lugar para comprar lembranças, e é bom trocar dinheiro lá dentro também, já que o cambio é favorável. Eu não tenho grandes atrações por compras, mas para quem gosta lá é o local ideal.

Depois do almoços decidimos então pegar o trem por 4 liras ida e 4 liras volta para Beyoglu (não é barato o ticket.Em média 5 reais o trecho, porém vc consegue fazer muita coisa de trem na cidade).

De Sultanahmet para Beyouglu não são muitas estações. Lá apenas caminhamos bastante e chegamos até a praça Taksim. Depois já era tarde e voltamos para o hotel pois queríamos ver o jogo do Brasil em um bar.


Dia 3-istanbul

Esse dia reservamos para entrar na Hagia Sophia pela manhã. Pagamos 30 liras turcas a entrada e ficamos em média 1 hora e 30 minutos lá dentro. É um local interessante! Foi construído para ser a catedral de Constantinopla.

Depois pegamos novamente o trem para Beyoglu e dessa vez descemos na estação da Gálata Tower. Foi interessante que nos perdemos e encontramos um típico restaurante turco com comidas boas. Almoçamos e pagamos 18 liras turcas para subir a torre. A vista lá de cima é bonita, mas não tem muito o que fazer, somente tirar fotos mesmo e pronto!

Após descermos da torre, caminhamos um pouco mais e chegamos na avenida Istikal, que é muito famosa e movimentada. Tem várias lojas, shoppings e muita coisa interessante. O final da rua é a praça Taksim.

O trem passa bem perto das pessoas, não sei como não atropela ninguém, porque na hora que ele vem é a maior correria e todos desviam causando tumulto.

Andamos um pouco mais e tiramos algumas fotos no Bósforo, mas como iríamos voltar a istanbul deixamos o passeio de barco e conhecer a parte asiática para depois.

Esse mesmo dia pegamos o ônibus para Bodrum das 20:30h que chegava às 8 h do dia seguinte. Como falei, compramos na empresa chamada turista o ticket e foi fácil achar a estação de ônibus de Istanbul que chama se OTOGAR.

Pegamos dois trens (4 liras cada trecho.Na Turquia para fazer baldiaçao tem que pagar outro bilhete). O ônibus da empresa Metro é bem tranquilo, e podemos dormir.






Dia 4-Bodrum

Logo cedo chegamos em Bodrum. A cidade é muito bacana e limpa. Reservei a Kaya Pension na internet e recomendo muito.Paguei 23 euros por pessoa por dia. A pousada é bem localizada tem café da manhã, staff te ajuda em tudo.

Nesse dia giramos bem a cidade, fomos até a marina e já compramos o passeio do dia seguinte, que era um Boat Trip que passa por locais de mar azul (mar egeu). Pagamos somente 25 liras turcas com almoço incluso(muito barato se levarmos em conta que na Turquia só um almoço já custa isso).

A tarde fomos descansar na praia porque a noite queríamos aproveitar já que Bodrum é uma cidade bem badalada.Tem vários bares, mas baladas mesmo só uma” a Halikarnas disco”.



Dia 5-Bodrum

Fomos às 9h para a Boat Trip e foi muito legal. As fotos dizem tudo! Tem várias paradas para fazer snorkel e nadar.É uma trip tranquila. Servem almoço com bebidas a parte. O tour vai até às 17h. A noite ainda deu tempo de ir nos bares de Bodrum.



Dia 6-Bodrum/Pamukkale

Esse dia levantamos bem cedo e fomos ver as Windmill. Lá dá para ter uma visão bem bacana da cidade de Bodrum.

Fomos de ônibus até lá porque é muita subida, mas voltamos a pé,o que foi bom porque paramos em um Carrefour para comprar alguns alimentos.

Pegamos o ônibus pela mesma empresa Metro, que saiu 15:30h e chegou 21h em Denizli. Paguei 35 liras turcas esse trecho. Eu tinha comprado uns dias antes na rodoviária de Bodrum que é ali no centro mesmo.

Ao chegar em Denzili é fácil pegar ônibus para Pamukkale por apenas 3,50 liras turcas.Tem que descer uma escada rolante! Pedimos informação para um policial de onde parava os micro ônibus para Denizli  e ele nos apontou a plataforma 44 se não me engano.

Em 30 minutos chegamos em Pamukkale. Ao chegar já veio um homem querendo ajudar a gente perguntando se iríamos para Capadócia e querendo vender passeio de balão. Não comprei com ele, mas ele fez o favor de ligar para nosso hotel nos pegar.

Esse é o hotel que eu mais recomendo! Chama Melrose Viewpoint Suites. Paguei 21 euros por pessoa por uma diária somente. O hotel é novo. As camas são super boas e o café é muito completo.

Nesse dia chegamos por volta das 22h e mesmo assim nos serviram jantar que foi pago a parte, porém preço justo. Já negociamos para no outro dia deixarmos as malas fora já que iríamos passar o dia inteiro no parque.



Dia 7- Pamukkale

Acordamos bem cedo para aproveitar o dia no parque. O café da manhã no hotel teve de tudo e foi diferente dos cafés turcos das outras hospedagens. Uma pena que mal aproveitei o hotel!

Custa 20 liras turcas para entrar no parque que abre às 8h. Está incluso a entrada na cidade de Hierapolis também!

Não pagamos nada mais lá dentro .Chegamos por volta das 9h e fizemos tudo com bastante calma, mesmo assim um dia lá dentro é suficiente. Pode andar com bastante tranquilidade e ir tirando fotos lentamente.

Eu e meu amigo fomos subindo, e decidimos visitar Hierapolis primeiro para depois mais tarde nadas nas piscinas. Por volta de 12h, o sol já estava insuportável, visto que era junho a época.

Às 17h já tínhamos visto tudo e então saímos do parque, mas como não poderíamos mais ficar no hotel e nosso ônibus de Denizli para Goreme  sairia às 23 h, teríamos que perambular mais um pouco, então decidimos ficar em um clube lá mesmo na cidade de Pamukkale. Pagamos um taxa para entrar e usufruir as piscinas. Como não tínhamos comido nada aproveitamos e jantamos lá em frente vendo o jogo do Brasil(era copa do mundo).

Às 21:30h pegamos nossas malas no hotel e o próprio motorista do hotel nos levou de carona ao centro de Pamukkale para pegarmos o ônibus para Goreme. Pagamos 3.50 liras até a estacão rodoviária de Denizli.

De Denizli eu já havia comprado pela mesma empresa Metro por 55 liras turcas o ônibus para Goreme(Capadócia) que chegaria no dia seguinte pela manhã.



Dia 8-Goreme

Chegamos por volta das 8:30h em Goreme que é a cidade base da Capadócia.É um vilarejo pequeno! Eu já tinha reservado 3 diárias no Melek Cave Hotel por 13 euros por pessoa por dia, em um quarto com duas camas.

Esse hotel não é muito bom e também não tem café da manhã. A ideia era ficar num hotel caverna. Esse até que tentou imitar um pouco, mas lógico que os típicos hotéis cavernas são bem mais caros. Descobrimos dias depois ao encontrar brasileiros que tem hostel lá também em Goreme e eles disseram que era um bom hostel.

Descemos no centro de Goreme do ônibus vindo de Denizli e por ser uma cidade pequena, nem precisamos de táxi para chegar no hotel, apenas fomos perguntando as direções e após uma subida alcançamos o hotel por conta própria.

Como não queríamos perder tempo, nesse dia mesmo já saímos em busca dos passeios. No hotel queriam nos vender o passeio de balão, mas vendiam mais caro. Se não me engano 130 euros.

Decidimos não comprar e fomos até uma empresa de turismo no centro mesmo. Após pedir para baixarem o preço, nos venderam o passeio pela Anatolian, por 110 euros em um balão pequeno (os balões pequenos são melhores porque vai menos pessoas e dizem que é mais seguro).

Normalmente eles vendem balões pequenos mais caro, mas demos sorte e por ter comprado o Green tour e o Red tour, ele nos deu desconto. Nos vendeu os 2 passeios por 200 liras turcas(mais os 110 euros do balão).

Este primeiro dia decidimos andar por conta pela cidade, já que não dava mais tempo de fazer nenhum passeio(aliás os passeios acabam sendo meio repetitivos por isso nem me arrependi de não ter feito o Blue tour também).

No entardecer, vale a pena subir a colina e ir ver o pôr do sol lá em cima. Todos fazem isso porque a visão da Capadócia de lá é espetacular.




Dia 9-Goreme

Nesse dia acordamos de madrugada pra ir voar de balão. O passeio dura pouco, por isso é possível pra fazer o balão e mais algum tour no mesmo dia. às 5h  já estávamos lá na sede. Todos os balões saem o mesmo horário. O tour dura 1 hora e nem preciso dizer que esse passeio é obrigatório.

Por volta das 7h já estávamos de volta ao hotel e 9:30h saímos para o Green Tour (esse passeio tem umas enrolações inclusas como por exemplo andar em uma floresta, levam para fabricas de tapetes e etc, mas vale a pena para ter uma visão geral da Capadócia). O almoço é incluso. Passamos por uma cidade subterrânea que é bem legal também.





Dia 10-Goreme

Esse dia deixamostudo pronto porque 12h terminaria a diária do hotel, mas como nosso vôo de Nevsheir de volta a Istambul só sairia às 22:10h, fizemos o Red tour.

Este tour inclui o Goreme Open Air museum, que é bem perto, daria até para fazer por conta. Leva também a um lugar onde se fabrica cerâmica e termina no Pigeon Valley que é uma visão bem típica da Capadócia.

Voltamos para o hotel, porque compramos um translado para o aeroporto de Nevsehir que nos pegaria diretamente lá(compramos no centro e não estou lembrando o valor, mas sei que estava mais barato que comprar pelo hotel).

O voo de Nevsehir para Istambul comprei pela empresa www.pegasus.com que é muito boa por sinal. Paguei 37 dólares somente pelo voo e dependendo da classe da tarifa vem com refeição.


Dia 11-Istambul

Deixamos mais dois 2 dias para istanbul. Reservamos no Yeni hostel, achei que seria um hostel tradicional e encontraríamos mais jovens. Achei também que era um hostel festeiro, mas não é! Por isso não recomendo! Para quem não tem tempo, nem precisa ficar mais que 4 dias em istambul.

Esse dia deixamos para ir do lado asiático. Pegamos uma balsa e descemos do outro lado, que na verdade não tem muitas atrações como já tinha lido. Tem um shopping e fomos só dar uma girada, mas não passamos muito tempo do outro lado. A tarde já estávamos de volta no lado europeu.



Dia 12-Istambul

Como no inicio já havíamos feito o principal deixamos esse dia para ir aos bairros Bebek e Ortakoy.Pegamos metrô e depois ônibus. Apenas caminhamos na orla. No dia seguinte já fomos para o Cairo no Egito.

 

Esse é um artigo antigo de 2014 em forma de relato. A finalidade dele é ajudar viajantes independentes.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados