English EN Portuguese PT Spanish ES

O que fazer em Bujumbura no Burundi?

Burundi é conhecido por ser o país mais pobre do mundo! Ele fica perto de Ruanda, Uganda, Quênia e Tanzânia.

Bujumbura. Burundi

Bujumbura, a capital, tem um centro relativamente organizado, porém quando vamos nos afastando percebemos todos os problemas que assolam o país.

Bujumbura. Burundi.

Apesar da pobreza do país, eu gostei bastante de fazer turismo lá! Fiquei 3 dias e vou contar tudo nesse artigo.

Como chegar em Bujumbura?

É possível chegar no Burundi por via terrestre ou aérea. A capital Bujumbura é a melhor base para explorar tudo. Devido às condições da estrada no país, eu recomendo chegar por via aérea, pois além de mais rápido e confortável, ainda tem a facilidade de tirar o visto na chegada ao aeroporto.

Eu cheguei de avião( Uganda Airlines) em um voo direto vindo de Entebbe na Uganda. Há também voos direto de Nairobi no Quênia(Kenya Airways),de Kigali, Ruanda( Rwanda Airlines), de Adis Abeba na Etiópia( Ethiopian Airlines) e de Kigoma na Tanzânia( Air Tanzania).

Burundi.

Do Aeroporto até meu hotel, contratei o transfer da Bujumbura Shuttle , que é uma empresa muito boa que possui carros novos.

Transfer. Bujumbura Shuttle.
Aeroporto de Bujumbura.

Como me hospedei no centro, o caminho até o hotel foi bem tranquilo, com estradas asfaltadas e boas. O trajeto dura poucos minutos e não peguei trânsito. Nessa região mais central é proibido motos e Tuk Tuk.

Bujumbura Shuttle

bookings@bujashuttle.com

www.bujumburashuttle.com

Como tirar o visto para entrar no Burundi?

Brasileiros precisam de visto para entrar no país. Há 2 tipos de vistos para turistas: Visto de trânsito( 40 dólares em abril 2024) ou visto de turismo( 90 dólares em abril 2024). Ambos podem ser tirados na chegada ao aeroporto internacional de Bujumbura.

É importante ficar atento para uma pegadinha: No site é informado que o visto de trânsito vale por 72 horas, mas na prática não é assim que funciona! Eu por exemplo cheguei dia 21 às 16h e saí dia 24 às 9h. Teoricamente era elegível ao visto de trânsito, pois fiquei menos de 72 horas no país. Sendo assim, na chegada solicitei esse tipo de visto.

Na saída, dia 24, percebi que carimbaram no meu passaporte: ” Visto válido de 21 a 23″, ou seja eu não poderia sair dia 24, pois estava com visto vencido. Fui levado para imigração e me obrigaram a comprar outro visto de trânsito válido de 24 a 26.

É bem importante se atentar a isso para não cometer o mesmo “erro” que eu ( na verdade o site da embaixada informa errado, alegando que visto de trânsito é válido por 72 horas ou 3 dias, mas isso não ocorre).

É preciso também preencher esse formulário aqui tanto na entrada, quanto na saída. Recomendo preencher antes para não correr o risco de chegar no aeroporto e não ter internet.

O que fazer em Bujumbura?

Eu não quis fazer turismo por conta, pois achei que não iria aproveitar e também não me senti seguro em andar sozinho, já que há muitas pessoas caminhando na rua, e eu como turista chamaria atenção.

O que eu fiz foi um day tour bem completo para o interior do país. A agência que escolhi foi a Augustine Tours . Fiz um tour privativo das 7h às 18h.

Bujumbura. Burundi.

Pontualmente às 7h o guia chegou no meu hotel. É interessante fazer um tour guiado para ir ouvindo todas as histórias do local e aprendendo.

Na saída de Bujumbura para a estrada que leva ao interior, eu vi muitas pessoas na rua caminhando e crianças indo para a escola também a pé. Como muitos não têm dinheiro para pagar transporte, esse é o modo que se locomovem.

Burundi.
Burundi.

Há ainda locais onde pessoas fazem fila para pegar ônibus. Não preciso nem dizer que o transporte público é super lotado!

Burundi.

Algumas estradas do país estão em condições muito precárias, com buracos e sem manutenção. Isso fez com que demorássemos mais para chegar na primeira atração do dia: Nascente do rio Nilo.

Diferente de Uganda, onde realmente navegamos no rio, aqui é somente uma pequena fonte mesmo. O local é um símbolo para tirar fotos, mas não vemos o rio.

Nascente do Rio Nilo. Burundi.

Ali perto também há uma pirâmide que simboliza a descoberta da fonte do Nilo:

Pirâmide da fonte do rio Nilo.

A próxima parada do passeio foi nas cachoeiras Karera. Um complexo com 5 cachoeiras para apreciação ou também para nadar, se quiser.

Cachoeiras Karera. Burundi.
Cachoeiras Karera. Burundi.

Andamos somente até 4 delas, pois a 5° cachoeira é muito pequena e mais longe.

Cachoeiras Karera. Burundi.

O almoço foi dentro de um hotel próximo ás cachoeiras, pois aparentemente esse é o melhor local para comer na região. Eu pedi frango com arroz e espinafre. No geral gostei bastante da comida africana!

Pausa para o almoço.

A última atração do Day Tour é: Santuário dos tTambores( Gishora Drum Sanctuary). Um local que era residência do rei e hoje é famoso e muito turístico, devido às grandes apresentações com roupas típicas e instrumentos.

Santuário dos tambores. Burundi.

Aprendemos um pouco sobre a história dos reis que ali viveram no passado, e após um breve tour pelas ocas construídas, é hora de assistir o grande show de tambores. É uma atração imperdível! Um show muito emocionante com dança e batuque, que ocorre em alguns períodos do dia quando há turistas.

Santuário dos tambores. Burundi.
Santuário dos tambores. Burundi.

A apresentação dura em média 20 minutos. No final podemos dançar e interagir com os locais! Tinha somente eu de turista no dia que fui, então tirei uma foto sozinho com eles!

Santuário dos tambores. Burundi.
Santuário dos tambores. Burundi.

Eu gostei bastante do tour! Principalmente porque além dessas 3 atrações, passamos também pelas cidades e assim podemos ver o estilo de vida local.

Eu vi de tudo nesse dia! Crianças pegando carona em caminhão, lugares tumultuados, caminhões bloquenado estradas, mercados de rua e etc. Acho que quem visita o Burundi quer ter essa experiência!

Plantação de chá. Burundi.

2344, Bvd. Patrice. Lumumba

+49 157 869 70 918

info@augustinetours.com

augustinetours.com

Lembrando que em Bujumbura mesmo, eu acabei nem indo nos pontos turísticos, mas acredito que compense também fazer algum passeio no lago Tanganyika.

Onde ficar em Bujumbura?

Roca Golf Hotel

Eu optei por ficar em um bom hotel para que minha experiência no país não fosse ruim. O Roca Golf hotel é 5 estrelas e fica bem localizado no centro da cidade.

Roca Golf Hotel.
Roca Golf Hotel.

São 74 acomodações no total. Eu fiquei em uma suite com varanda/vista da piscina, ar condicionado, frigobar, Tv e cama King size.

Acomodação. Roca Golf Hotel.
Acomodação. Roca Golf Hotel.

O hotel conta com piscina e academia 24h. Além disso há uma loja chamada “Regalo” lá dentro, onde é possível comprar lembrancinhas ou itens que esqueceu durante a viagem.

Piscina. Roca Golf Hotel.
Academia. Roca Golf Hotel.

O café da manhã é servido todos os dias das 6:30h às 10:30h. É estilo buffet com variedade de frutas, pães, pratos quentes, iogurtes, cereais e etc.

Aos finais de semana têm o Brunch que vai até mais tarde e já é incluído para os hóspedes, ou seja, é possível acordar mais tarde e praticamente já almoçar, pois há muitas opções de pratos e sobremesas.

Roca Golf Hotel.
Café da manhã. Roca Golf Hotel.
Roca Golf Hotel.
Roca Golf Hotel.

O restaurante do Roca Golf chama Resto, e também é aberto para almoço e jantar. Eu como não queria sair a noite pelas ruas de Bujumbura, já que são escuras e muitas delas não têm iluminação nenhuma e nem semáforos, preferi jantar todos os dias no hotel.

O cardápio possui pratos com carnes, peixes e massas. Achei a comida muito boa!

Jantar. Roca Golf Hotel.
Jantar. Roca Golf Hotel.
Jantar. Roca Golf Hotel.

Eu preferi pedir peixes, pois eles possuem alguns bem saborosos!

Peixe grelhado. Roca Golf Hotel.

As samosas, são pastéis indianos muito bons! O restaurante comta com esse prato de entrada no cardápio e vale a pena pedir!

Samosas. Roca Golf Hotel.

Das opções de sobremesas, eu como gosto de chocolate, experimentei o Brownie e o Chocolate Fondant, que nada mais é que nosso Petit Gâteau.

Brownie de chocolate. Roca Golf Hotel.
Chocolate Fondant. Roca Golf Hotel.

Boulevard de la Tanzanie, Bujumbura, Burundi

info@rocagolfhotel.bi

+257 69512867

rocagolfhotel.bi

Para mais informações e dicas, acesse meu instagram @drdiegoviajando .

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados

Onde comer na Bela Vista?

Bela Vista é um distrito situado na região central do município de São Paulo, que abrange os bairros do Morro dos Ingleses e Bixiga. É

Onde comer em Perdizes?

Perdizes é um distrito nobre de São Paulo que reúne os bairros de Perdizes, Vila Pompéia, Vila Anglo Brasileira, Sumaré e Pacaembu. Assim como outras

O que fazer na Cidade do Cabo?

A Cidade do Cabo (Cape Town em inglês) é uma das cidades preferidas dos brasileiros. Além de ser muito bonita, possui tantas atrações, que fica