English EN Portuguese PT Spanish ES

Roteiro Colombo e praias do Sri Lanka

O Sri Lanka não é um destino muito procurado por brasileiros, mas aos poucos está se abrindo para o turismo. Ainda falta estrutura em muitos aspectos, principalmente quanto ao deslocamento entre as cidades com transporte público, mas mesmo assim vale muito a pena conhecer.

Eu gostei do país no geral! Nesse artigo darei dicas do que fazer e como montar montar um roteiro com praias.

Comecei a minha viagem por Colombo, a capital. O aeroporto que é a porta de entrada fica em Negombo, aproximadamente 1:20h de Colombo por via terrestre .

O Custo de um táxi gira em torno de 3000 ruppes ou 17 dólares( Em novembro de 2018 a cotação era de 1 dólar para 173,90 rupees). Um tuk tuk sai mais barato, custando em média 2000 rupees.

Na chegada ao aeroporto antes de ir para fila de migração é necessário ir no healthy Control apresentar a carteirinha de vacinação de febre amarela.

Muito importante também é comprar um chip de celular em qualquer uma das bancas escritas Mobile provider. Comprei um chip de 8 gigas por 1000 rupees, mas é distribuído 4 gigas das 9h às 00h e 4 gigas das 00h às 9h. Eu nunca tinha visto isso antes! Deu para usar tranquilamente durante os 11 dias no país.

Colombo

É uma cidade bem agitada com trânsito  caótico! Normalmente usada como base para outros destinos. Eu não tive muito tempo na cidade, já que cheguei a noite e no outro dia já peguei o trem para Mirissa na região de praias. Em Colombo eu não conheci muitos lugares, apenas andei um pouco pela orla, pela região da Colombo Lotus Tower e do Beira Lake.

Beira lake com a visão da Lotus Tower

Onde se hospedar?

Eu fiquei em uma rede de hostel muito boa chamada Island Hostel. Tem duas: Uma em Colombo mesmo e uma em Mount Lavinia, um pouco mais afastado. Gostei bastante do meu quarto privativo:

Quarto do Island hostel Mount Lavinia.

O hostel fica do lado da estação de trem de Mount Lavinia e a 30 minutos do centro de Colombo sem trânsito(o que é difícil por lá). Vários ônibus de linha também circulam na cidade e custam em média 34 rupees por trecho.

Recepção do Island hostel Mount Lavinia

 Eu achei a equipe do hostel excelente e super prestativa.Tive um problema com extravio de mala e fiquei 10 dias sem ela. Pedi para guardarem para mim e cuidaram muito bem dela. Apesar de ter gostado do local, recomendo ficar na unidade do centro.

48 Station Rd, Dehiwala-Mount Lavinia (14.023,91 km)
10370 Colombo
+94 77 697 1647

www.islandhostels.lk

Mirissa

É uma das cidades do Sri Lanka localizada em uma região estratégica entre Galle e Matara. É o local que eu sugiro usar como base para explorar as outras praias.

Para chegar lá peguei trem em Colombo. Custou somente 260 rupees na segunda classe, mas ATENÇÃO: O trem veio lotado e tive que ir em pé o caminho inteiro das 14:40h às 17:40 h.

Para piorar ainda fui furtado. Devido ao caos abriram minha mochila e levaram dinheiro sem eu ver, então indico comprar na primeira classe ou pagar um transfer particular nesse trajeto.

Há ônibus fazendo essa rota entre Colombo e Mirissa para quem quiser economizar. São baratos, mas nem sempre cabem as malas/mochilas e muitas das vezes estão lotados. Não se assuste com os ônibus do Sri lanka, são todos velhos e bem barulhentos. Não há ônibus confortáveis de viagem como estamos acostumados.

O que fazer em Mirissa?

O principal é relaxar e curtir as praias. A mais popular de Mirissa é muito bonita:

Praia de Mirissa.
Praia de Mirissa.
Praia de Mirissa.

Para explorar a região você pode alugar motos ou pegar ônibus. Eu como já caí de moto no Laos, não curto mais alugar. Conheci as outras praias em outras cidades através de ônibus de linha. Achei bem tranquilo! A média de preços varia de 30 a 60 rupees conforme a distância.

Na praia de Mirissa aconselho muito passar o dia em frente ao restaurante Papa Mango. Tem cadeiras de praia e a comida oferecida lá é muito boa.

Restaurante Papa Mango

Pedi um Cutlet fish que custa 1400 rupees. Excelente o prato, recomendo!!!

Cutlet fish conhecido como “Choco”.

De sobremesa bananas fritas com chocolate. Muito bom também!!!

Sobrmesa. Papa Mango Mirissa.

Obs: Atualmente esse restaurante está fechado!

Outras praias interessantes na região são: Unawatuna e Weligama(que também é praia de surf). Não conheci, mas também é bem famosa a praia de Polhena.

Unawatuna beach.

Em Weligama tem um restaurante muito bom no Hangtime hostel. A visão e a comida são excelentes:

Ótima comida no restaurante do hostel Hangtime em Weligama
Restaurante do hostel Hangtime.

Galle e Matara são cidades grandes e não têm as melhores praias. Para quem gosta de história talvez compense uma tarde em Galle para visitar o forte. Eu não conheci nenhuma das duas, então não posso dizer se vale a pena sair de Mirissa até lá.

Onde se hospedar em Mirissa?

Eu fiquei na Peacock Villa e achei tudo excelente. A equipe é sensacional e me ajudaram em tudo.

Peacock Villa.

Fiquei em um quarto super espaçoso com duas camas, frigobar e um banheiro enorme.

Quarto quádruplo. Peacock Villa.

O café da manhã achei bem completo,com frutas, ovos, pães e algumas comidas locais.

Os preços da Peacock Villa são bem em conta e o custo benefício é ótimo. Tem diárias por 60 dólares o casal dependendo da época.

Udupila Rd (off Galle Road at Udupila Junction, Udupila Road, Mirissa 81740, Sri Lanka

+94 71 911 0244

www.peacockvilla.lk

Para mais informações e dicas, acesse meu instagram @drdiegoviajando .

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados

Onde comer na Bela Vista?

Bela Vista é um distrito situado na região central do município de São Paulo, que abrange os bairros do Morro dos Ingleses e Bixiga. É

Onde comer em Perdizes?

Perdizes é um distrito nobre de São Paulo que reúne os bairros de Perdizes, Vila Pompéia, Vila Anglo Brasileira, Sumaré e Pacaembu. Assim como outras

O que fazer na Cidade do Cabo?

A Cidade do Cabo (Cape Town em inglês) é uma das cidades preferidas dos brasileiros. Além de ser muito bonita, possui tantas atrações, que fica