English EN Portuguese PT Spanish ES

Como é o Kruger Shalati-The Train on the Bridge?

Fazer safari na África é algo que requer muito planejamento e organização financeira, pois não é barato! O Kruger Park é um dos locais mais procurados da África do Sul, porque reúne muitos animais e é relativamente perto de Joanesburgo.

Elefante no Kruger Park.

Eu já tive diversas experiências de safaris, inclusive na Zâmbia e Zimbabwe.

Na África do Sul tive oportunidade de conhecer o Simbavati Lodges, o Tintswalo Lodge , o Pondoro Game Lodge e o Kruger Shalati, que possui acomodações luxuosas na cabine de um trem. É sobre ele que falarei nesse artigo! É um experiência única que vale muito a pena!

Kruger Shalati- Train on the Bridge. Foto: Divulgação.

Como planejar o roteiro?

O primeiro passo para quem quer fechar um viagem de safaris na África do Sul é decidir a quantidade de dias disponíveis, e a partir daí desenhar o que deseja fazer e quanto está disposto a gastar.

É preciso levar em conta que Joanesburgo é normalmente a cidade base para começar o roteiro, mas além dela há outras opções como Hoedspruit, Nelspruit, Malelane e Skukuza, que é um aeroporto pequeno que recebe alguns voos com turistas que visitam o kruger.

Fronteira Moçambique/ África do Sul.

A dificuldade maior na África do Sul está na logística e deslocamentos, pois não adianta nada escolher vários lodges e depois não conseguir se locomover de um para o outro.

Para fazer os safaris e chegar nos lodges, você tem opção de alugar carro ou pegar transfers. Vou explicar tudo!

Como chegar no Kruger Shalati Train on the Bridge?

Se você optar por alugar carro no aeroporto de Joanesburgo, vai levar em média 7 horas. A viagem é longa, mas dependendo da época pode ser a forma mais barata de chegar.

A maneira mais rápida e também mais cara, é pegar um voo da empresa Airlink de Joanesburgo até Skukuza. Chegando lá o lodge oferece o transfer terrestre.

Eu Fiz essa viagem junto com Moçambique, então peguei um ônibus da empresa Intercape para Nelspruit, e de lá contratei um transfer privativo da empresa Citybug até o Kruger Shalati.

É necessário pagar a entrada do Kruger Park antes de chegar no Kruger Shalati- The Tain on the Bridge. Custa 110 rands por pessoa(novembro 2022) .Eu tive que pagar também a entrada do motorista que me levava.

Como são as acomodações do Kruger Shalati?

São 31 quartos, compostos por 24 suítes Train Carriage e 7 suítes Bridge House.

Eu me hospedei tanto fora, quanto dentro do trem. A suite fora do trem é bem espaçosa com 2 ambientes, cama de casal, banheira e piscina privativa:

Kruger Shalati Bridge House.
Kruger Shalati Bridge House.
Kruger Shalati Bridge House.

Há um espaço com bebidas e snacks a vontade:

Kruger Shalati Bridge House.

As tarifas incluem alojamento, todas as refeições, chás/cafés, refrigerantes, vinhos da casa, aguardentes de marcas locais e cervejas. Também inclui dois game drives diários em veículos abertos e o transfer terrestre entre o Aeroporto de Skukuza e o lodge.

A Suite dentro do trem chamada de Luxury Carriage Room não é tão grande quanto a suite externa, mas a experiência de ficar em uma cabine de trem é única! Além disso, nessas acomodações temos uma vista privilegiada do rio Sabie.

Luxury Carriage Room.
Luxury Carriage Room.
Luxury Carriage Room.

As tarifas excluem: Taxa comunitária obrigatória de 1% e taxas de entrada no Parque Nacional Kruger, bebidas premium, chamadas telefônicas, gorjetas e compras na loja de souvenirs Kruger Shalati. A tarifa também exclui tratamentos de spa e transfer de e para o lodge que não sejam de/para o Aeroporto de Skukuza.

Como é a gastronomia do Kruger Shalati?

Como dito anteriormente, o café da manhã, almoço, chá da tarde e jantar estão inclusos nas tarifas. Tudo é muito caprichado e organizado para que nós hóspedes tenhamos a melhor experiência possível.

Almoço. Kruger Shalati. Train on the Bridge.

Todos os dias antes dos safaris pela manhã, que costumam ser bem cedo por volta das 6h, há um “pré café da manhã” com alguns lanches e bebidas quentes:

Café da manhã antes dos safaris.

Quando chegamos dos safaris( chamados de game drives), vamos então para a mesa escolher o café da manhã completo à la carte:

Cardápio com opções para o café da manhã.
Café da manhã. Kruger Shalati.
Café da manhã. Kruger Shalati.

O almoço conta com prato principal e sobremesa. Tem opções exóticas inclusive! Eu experimentei carne de crocodilo!

Almoço com carne de crocodilo. Kruger Shalati.

Antes de trazer o prato, sempre tem um pão caseiro muito bom que servem:

Almoço. Kruger Shalati.

Tem algumas opções leves como salmão com vegetais. E tem pratos para vegetarianos também!

Almoço. Kruger Shalati.
Sobremesa. Kruger Shalati.

Dentro da carruagem do trem, onde estão as 24 acomodações, há uma área com bolos e bebidas durante a tarde:

Torta de chocolate. Kruger Shalati.

 O jantar conta com entrada, prato principal e sobremesa. Podemos experimentar desde carpaccio, até carne de kudu.

Jantar. Kruger Shalati.
Jantar. Kruger Shalati.
Carne de Kudu. Kruger Shalati.
Sobremesa. Kruger Shalati.

Como são os safaris no Kruger Shalati?

São 2 game drives por dia! Ambos tem duração média de 3h. Os veículos são abertos e todos os safaris são feitos em estrada pavimentada, não havendo possibilidade de entrar “off road”.

Veículo do Kruger Shalati.

Como o Kruger Park tem muitos animais, a possibilidade de encontrar os big 5 é grande(elefantes, búfalos, leões, leopardos e hipopótamos). O mais difícil de ver são os leopardos, pois saõ rápidos e andam sozinhos.

Elefantes cruzando a estrada. Kruger Park.
Kruger Park.

A área de safari que exploramos no Kruger shalati é pública, então muitos carros particulares também utilizam a mesma rodovia.

O anoitecer na savana é único!

Kruger Park.
Kruger Park.

 O lodge Kruger Shalati sempre prepara um lanche especial, e nessa hora é permitido descer do veículo.

Lanche preparado pelo Kruger Shalati-Train on the Bridge.
Lanche preparado pelo Kruger Shalati-Train on the Bridge.
Lanche preparado pelo Kruger Shalati-Train on the Bridge.

Após os safaris é possível passar o tempo nas piscina do lodge, e com sorte podemos ver outros animais. Há uma pisicina dentro da carruagem do trem e outra fora.

Piscina Kruger Shalati. Train on the Bridge.
Piscina Kruger Shalati. Train on the Bridge.

Considerações finais

É uma experiência incrível se hospedar aqui! É uma recordação que levamos para o resto da vida! Não é barato devido à exclusividade, conforto e luxo, mas para quem sempre desejou ver os animais de perto vale a pena!

Kruger Park.

Selati Station & Bridge Skukuza Rest Camp Kruger National Park

T: +27 (0) 13 591 6000

E: info@krugershalati.com

www.krugershalati.com

Para mais informações e dicas, acesse meu instagram @drdiegoviajando .

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados

Onde comer na Bela Vista?

Bela Vista é um distrito situado na região central do município de São Paulo, que abrange os bairros do Morro dos Ingleses e Bixiga. É

Onde comer em Perdizes?

Perdizes é um distrito nobre de São Paulo que reúne os bairros de Perdizes, Vila Pompéia, Vila Anglo Brasileira, Sumaré e Pacaembu. Assim como outras

O que fazer na Cidade do Cabo?

A Cidade do Cabo (Cape Town em inglês) é uma das cidades preferidas dos brasileiros. Além de ser muito bonita, possui tantas atrações, que fica