English EN Portuguese PT Spanish ES

Coreia Do Sul: Roteiro completo

A Coreia do Sul não é um país tão desejado por brasileiros o que é uma pena pois o país oferece de tudo e com uma facilidade incrível para o turismo.Diferente do que muitos pensam o país não se resume a Seoul que é o que muitos fazem,ficam 3 a 4 dias em Seoul correndo e já partem para outro país. Tem praias paradisíacas,templos,arquitetura moderna,parques e muitas outras coisas.

Eu fiquei 15 dias e achei muito bom.Meu roteiro foi 3 dias em Seoul na chegada + 3 dias em Gyeongju+ 4 dias em Busan + 3 dias na ilha de Jeju+ 1,5 dias em Seoul no retorno.

A moeda é o won que na época da minha viagem(julho 2016) valia a cada dólar em média 1125 a 1165 wons. Não compensa trocar no aeroporto nem em bancos mas sim logo na chegada em Seoul no bairro Myeong Dong, inclusive lá é o melhor câmbio do país então para quem quiser já trocar tudo lá se já tiver previsão de gastos é melhor. Eu troquei U$1 a 1165 wons lá e no restante do país eu mal achava casa de cambio,somente bancos com cotação ruim.

O clima em julho não é dos melhores e resume se a chuva e calor mas ainda assim com sorte dá para aproveitar.

Em tudo quanto é lugar te oferecem água de graça e tem bebedouros em vários estabelecimentos.Esse costume de servir água talvez seja pelo fato da comida ser muito apimentada.Eu não gostei muito da comida coreana exceto Bulgogi(churrasco coreano de beef ou pork) Kimchi que é o repolho com especiarias não curti porque é muito apimentado e nem outro pratos como Bibimbap que é arroz camarão(ou carne de poro e vaca),ovo,legumes e muita pimenta na maioria das vezes mas comi muitos não apimentados e muito bom. cada lugar prepara de um jeito.

O transporte público é excelente e rápido no país inteiro e de todos os aeroportos partem ou trem ou ônibus para o centro. Eu não usei taxi nenhum momento mas não é um serviço muito caro também. O metrô em Seoul tem a tarifa mínima de 1350 wons e toda viagem que você compra na maquina tem um deposito de 500 wons que depois é só pegar de volta(em outra maquina sempre ao lado da maquina de compra de ticket). É fácil!!! Só inserir o cartão e a maquina te dá uma moeda de 500 wons.

Os coreanos assim como japoneses são muito simpáticos e prestativos,se você está perdido eles te levam até o local mesmo sem falar inglês.

Jeju island



Dia 1-Seoul

Na chegada ao aeroporto peguei trem por 3200 wons mas tive que pagar mais depois porque na Seoul station teria que ter trocado o ticket e não fiz isso,daí não conseguir passar o cartão na saída. Cheguei na Sadang station que era a mais próxima do meu hotel e com google maps consegui me localizar.

O aeroporto Incheon onde cheguei é bem longe do centro da cidade e demorou quase 2 horas.Desci na Seoul station e de lá peguei outra linha.

Para dicas de hospedagens em Seul clique aqui

O melhor local para trocar dinheiro é Myeong Dong. Nesse dia aproveitei para rodar bem por Myeong dong que é um bairro bem legal lembra o Japão, tudo muito iluminado e muitas lojas.

Dia 2-Seoul

Fiz TUDO de metrô em Seoul. Acordei e peguei metrô para o bairro Bukchon Hanok village com casas tradicionais.É só descer na estação Anguk e andando pouco já chega.
Para ter acesso ao mapa das estaçoes baixei no meu celular o app Subway Korea que é uma mão na roda e muito útil.

Ali perto da Bukchon hanok Village já tem o gyeongbok palace que é a principal atração da cidade pelo tripadvisor.Fui de metrô e desci na Gyeongbokbung station mas essa é a estação seguinte a Anguk,ou seja daria para ter ido a pé.O local é bem bonito eu tive sorte e não paguei nada para entrar porque era dia da cultura mas o preço é 3000 wons.
Na saída do palácio já tem outras atrações como a estátua de Buda e do rei sejong. Após tirar algumas fotos peguei metrô de novo para estação Myeong Dong porque queria visitar a Seoul tower.

Chegando lá eu sabia que tinha um ônibus para Seoul tower mas eu muito perdido não achei o local que pegava então resolvi ir a pé mesmo, seguindo o google maps.Achei tranquilo e em 20 minutos após subir ladeira cheguei na entrada do Namsam Park.O problema é que depois ainda tem mais e mais escadas.Preparem se porque seoul é uma cidade cansativa,anda muito dentro das estações de metrô e tudo é muito longe.
Para subir de teleférico paga se 8500 wons pela round trip.

É bem bacana a visão de lá de cima.Se quiser pode pagar mais para subir na torre,eu não paguei porque achei que não mudaria muito a visão de lá de cima.

Saí de lá e já fui novamente em Myeong Dong para almoçar por lá.Paguei 6000 wons em um buffet de comida coreana apimentada.Saí até enjoado de lá kkkkkkk.Normalmente um prato de comida gira em torno de 6000 wons a 10.000 wons.A noite aproveitei para ir no famoso bairro do psy o Gangnam.







Bairro Gangnam

Dia 3-Seoul

Acordei cedo por causa do fuso de 12hs estava com jet lag ainda.Novamente girei tudo de metrô.Aproveitei para conhecer o Cheonggycheon,o rio revitalizado deles que antes era tão poluído quanto o rio tietê e também girei um pouco mais por Myeong Dong e Gangnam.

Em Seul tem o passeio da zona desmilitarizada que compensa comorar com agência. Eu indico a Vip Travel

Dia 4-Seoul para Gyeongju

Comprei o ticket antecipadamente 1 mês antes no site info.korail.com/mbs que está em inglês.Paguei 49.300 wons pelo trecho.Saí 12:15hs e 14:21hs chegou.O trem é bem pontual e sai da Seoul satation chegando na Syeongju station(atenção essa é a maior estação de lá,tem uma outra chamada Gyeongju station,não confundir).

Chegando na estação foi fácil abrir google maps e ver a rota para o hotel.Peguei o ônibus 50 por 1300 wons e desci na parada bus terminal.Em gyeongju não tem metrô mas dá pra ir em tudo com ônibus.Prestar atenção porque a parada bus terminal não é dentro do terminal,essa é uma das únicas paradas que a gravação repete em inglês dentro do ônibus “This stop is for the bus terminal”.

Achei excelente o hotel que fiquei.Chama APPLE MOTEL e recomendo muito.O dono foi bem atencioso,falava inglês e me ajudou.Tudo muito limpo e organizado!!!Além disso por ter como referência a estação de ônibus fica fácil se localizar.

Gyeongju é uma cidade cheia de tumbas espalhadas.Tem templos e é bem interiorana.No mês de julho chove muito mas ainda assim deu para aproveitar.

Dia 5-Gyeongju

Tomei café no 7 eleven.Assim como na Tailândia e Japão a Coreia tem 7 eleven e GS25 em todos os lugares.É uma loja de conveniência um pouco mais cara que grandes supermercados mas tem a praticidade de ser perto sempre.Inclusive lá dá para comprar um passe dos ônibus e de metrô para algumas cidades na Coreia,chama T Money,aí fica mais fácil não precisa ficar com moedas e pegando dinheiro toda hora nos transportes.Com ele o metrô de Seul fica 100 wons mais barato.Eu acabei enrolando para comprar e no fim desisti.

Peguei o ônibus 10 por 1700 wons para Bulguksha temple.Curti lá dentro.Em 1 hora dá para rodar tudo.Na saída fui abordado por uma coreana oferecendo almoço com cardápio em inglês e resolvi ir no restaurante dela.Acabei pedindo um prato que veio um monte de coisas estranhas e apimentadas como sempre hahahahaha.Saiu 10.000 wons.

Após o almoço,peguei o ônibus 12 por 1700 wons lá mesmo em frente ao Bulguksha temple que sai de 1 em 1 hora para a gruta de Seokguran que não tem nada demais.Andei um pouco lá e voltei com o mesmo ônibus 12.A noite fui ver as tumbas.






Dia 6-Gyeongju

Nesse dia fui andando do meu hotel até Cheonmachong tomb que é perto.Paguei 3000 wons para entrar e não tinha ninguém lá dentro.o lugar é bem legal, muito verde!!! Depois peguei o ônibus 700 por 1800 wons e fui até Anapj temple.









Dia 7- Gyeongju para Busan

Peguei o trem da estação Syeongju para Busan as 12:35hs e cheguei as 13:05hs.É bem perto!

A chegada em Busan foi bem tranquila e meu hotel era do lado da estação Nampo.Fiquei no grand motel e foi muito bem localizado tinha um café da manhã simples com pão e manteiga mas o preço que paguei foi bom.

Dias 8,9 e 10-Busan

Busan é uma metrópole com muitas praias de areia escura e muitas lojas.Dá para fazer tudo de metrô.

As praias são bonitas nada tão espetacular mas é bem diferente.Os coreanos alugam boias e ficam brincando na água.Quando estão na areia eles gostam de brincar de se enterrar hahahaha enfim cada país com sua cultura.As praias principais são a gwangalli beach e a haeundae beach.

Busan é a cidade que tem “o fenômeno da neblina”, mesmo com sol as nuvens ficam baixas e invadem a praia e qualquer local.






O fenômeno da neblina de Busan
Haeundae beach





o “fenômeno da neblina”

Dia 11-Saída de Busan a Jeju island

Comprei o ticket de avião pela asiana Airlines,paguei somente 27 dólares já com taxas no trecho do voo.Saída as 15:10 de busan e Chegada as 16hs.
Para sair de Busan até o aeroporto é simples e dá para ir de metrô apesar que as vezes pode ser que esteja cheio dependendo do horário.Deve se ir até a estação sasang linha verde e depois trocar e pagar outro ticket até a estação airport.
Na chegada a jeju paguei 1200 wons e peguei o ônibus 100 até meu hostel.Foi bem rápido e fiquei acompanhando o trajeto do ônibus com google maps para saber onde descer que era na Tamla Welfare center.É 15 minutos o trajeto.

Dia 12-Jeju Island

Jeju é um dos lugares mais fascinantes do planeta tanto que foi considerado umas das 7 maravilhas da natureza.é de fato um dos lugares mais bonitos do planeta.Tem cavernas,tem praias paradisíacas,montanhas e etc.

A Ilha é enorme não dá para conhecer tudo mas eu consegui fazer tudo de ônibus mesmo.fiquei em um hostel excelente e muito bem localizado em jeju city(mais perto do aeroporto,porque tem outra cidade Seogwipo mais longe).o nome é hostel Lyndon e tem parada de ônibus bem na porta.
Nesse primeiro dia gastei 1300 wons e peguei o ônibus 701 para Hamdeok beach fiquei um pouco lá,pria espetacular e depois peguei o mesmo ônibus 701 por 1800 wons para a caverna.É longe!!!Do ponto até a entrada são 2,5 km mas fiz ida e volta a pé mesmo.Tem uns táxis que ficam por lá para quem está com pressa.Saí da caverna almocei por 10.00 wons lá mesmo porque não teria tempo nem tinha outros restaurantes perto.Fui depois a pé até a Gimmyeong beach.É bem longe também ir a pé hahahahaha mas estava disposto a andar.Passei parte da tarde lá.

Depois de praia foi a vez de conhecer um dos pontos principais da ilha que é o Seongsam Park.Muito foda!!!Paguei 2000 wons para subir no topo e depois de apreciar tudo voltei com o mesmo ônibus 701 por 3300 wons para meu hostel.Cheguei já quase a noite.
Vale a pena fazer tudo por conta como eu fiz porque os tours em Jeju são 70 dólares em média.Eu gastei 22.000 wons só com todo esse trajeto.



















Dia 13-Jeju Island

Nesse dia decidi ir ver as cachoeiras.Peguei o ônibus 781 e desci em Jeongang waterfall.Paguei 2000 wons a entrada.De lá fui a pé e em 15 minutos andei 1.5 km chegando na Chenniyeon waterfall.Paguei 2000 wons a entrada também.

Jeongang waterfall



Dia 14-Jeju Island

Decidi ir na Jeju loveland que é um museu erótico a céu aberto bem engraçado.Peguei o ônibus 70 mas ele me deixou em um ponto antes e tive que andar bastante para chegar lá.Na volta esperei muito tempo até passar um ônibus mas consegui voltar.A entrada é 8000 wons, carinha se comparada a todas as outras atrações que são 2000 wons.






Dia 15-Seoul e Retorno

Para chegar no aeroporto de jeju peguei o ônibus 70 e foi bem tranquilo.Fui em um vôo da jeju air por 21 dólares somente até Seoul.Saída as 9:35hs e chegada as 10:45 hs.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Dr. Diego Viajando

Posts Relacionados

Onde comer na Bela Vista?

Bela Vista é um distrito situado na região central do município de São Paulo, que abrange os bairros do Morro dos Ingleses e Bixiga. É

Onde comer em Perdizes?

Perdizes é um distrito nobre de São Paulo que reúne os bairros de Perdizes, Vila Pompéia, Vila Anglo Brasileira, Sumaré e Pacaembu. Assim como outras

O que fazer na Cidade do Cabo?

A Cidade do Cabo (Cape Town em inglês) é uma das cidades preferidas dos brasileiros. Além de ser muito bonita, possui tantas atrações, que fica