O que fazer em Minsk-Belarus?

Belarus, antes conhecido como Bielorússia, é um país que pertencia a União Soviética até 1991. Minsk é a capital e cidade mais populosa. A maioria dos turistas chegam por lá. Eu fiquei 2 dias e gostei bastante. É limpa, segura, tem bons restaurantes e muitos locais bonitos para se visitar.

Catedral do Espírito Santo- Minsk.

Como chegar?

Eu cheguei pelo aeroporto internacional vindo da Moldávia. Há voos direto de Moscou, Frankfurt, Tbilisi, Roma, Milão, Varsóvia e algumas outras cidades da Europa.

O aeroporto é longe do centro, fica a aproximadamente 42km. A maneira mais econômica de chegar no hotel é pegando o ônibus número 1430 por 4 BYN. Ele para na estação central de ônibus.

Nós brasileiros não precisamos de visto para visitar o país por 90 dias. Levei todos os documentos para imigração, pois pediram várias informações, como seguro viagem, hospedagem, quantidade de dinheiro e etc. A funcionária da imigração não falava muito  bem inglês.

Assim que desembarquei troquei dinheiro na cotação de 1 euro para 2,50BYN (março 2020). O câmbio é pior que no centro, mas precisei de um pouco de moeda local. Logo em seguida fui na loja de celular MTC para comprar um chip de internet por 23 BYN, só aceitaram pagamento com cartão de credito, não sei o motivo.

Para chegar em Minsk, há a possibilidade também de usar ônibus da Flixbus e fazer o trajeto até Varsóvia na Polônia. Eu fiz o trecho Minsk-Varsovia-Berlin de ônibus e achei tranquilo.

Quais pontos turísticos visitar?

Eu fui na maioria das atrações a pé mesmo, mas tem o metrô que custa baratíssimo o trecho. Há também um aplicativo de táxis chamado Yandex.Tax para quem quiser mais praticidade e conforto. Também não é caro!

1-Praça da Independência(Independence Square): Na época da união Soviética era conhecida como a “Praça de Lenin” e era lá que haviam muitos comícios. Durante a Segunda Guerra Mundial, a maioria dos edifícios que estavam na praça foram destruídos pelos nazistas:

Praça da Independência.

Estátua de Lenin. Praça da Independência.

2-Igreja de São Simão e Santa Helena(Church of Saints Simon and Helena): Conhecida como igreja vermelha, fica localizada na praça da Indepêndencia. Foi construída no inicio do século XX:

Igreja Vermelha- Minsk
Igreja Vermelha- Minsk.
Igreja Vermelha- Minsk.

3-Prédio da Kgb(Kgb building): Esse era o serviço secreto de segurança da União Soviética que resiste até hoje em Minsk. O objetivo da KGB é garantir a segurança dos cidadãos, da sociedade e do Estado.

Kgb. Serviço de segurança de Belarus.

4-Portões de Minsk(City Gates): Esses edifícios gêmeos se situam ao lado da estação de ônibus e trens de Minsk:

Portões de Minsk.

5- Catedral do Espírito Santo(Holy Spirit Cathedral): É o principal templo de igreja ortodoxa russa do país.

Catedral do Espiríto Santo.

6-Palácio da República( Palace of the Republic): É o Palácio do governo usado para funções oficiais do estado, incluindo fóruns, reuniões, convenções, shows, orquestras sinfônicas e eventos no geral.

Palácio do Governo.

7- Caminhar ao redor do Rio Svislach: Tanto de dia quanto de noite vale a pena. O rio é super limpo e tem cenários incríveis ao redor dele.

8-Circo(Belarusian State Circus): Para quem gosta de circo essa é outra atração recomendada. Disseram que usam animais nas apresentações mas como não fui não posso dizer como é.

9- Teatro Bolshoi (National Academic Bolshoi Opera and Ballet Theatre): Todos devem assistir um espetáculo aqui. Custa muito pouco os ingressos e a maioria das pessoas fala que vale a pena. Eu infelizmente não consegui ir, porque nos dias que estive em Minsk não estava tendo nenhuma apresentação.

Teatro Bolshoi-Minsk.
Teatro Bolshoi-Minsk.
Teatro Bolshoi-Minsk.

10- Galleria Minsk: Esse é um shopping center do outro lado da Catedral do Espírito Santo. Tem uma praça de alimentação com várias comidas baratas.

Onde comer?

1-Paul Belarus

Restaurante Paul Belarus.

Esse restaurante e cafeteria de culinária francesa fica bem perto da catedral do Espírito Santo. A comida é excelente! Pedi um Quiche de cogumelo com frango de entrada:

Quiche de Cogumelo com frango.

De prato principal pedi Salmão com vegetais:

Salmão com vegetais.

De sobremesa pedi uma torta de chocolate. Estava muito boa!

Chocolate Cake.

Minsk, Internatsionalnaya str. 21

+375 (29) 177 22 12

[email protected]

https://en.uhg.by/restaurants/kafe-pekarnya-paul/

2-МЯТА Lounge Nemiga

Restaurante МЯТА Lounge Nemiga.

Para quem gosta de Narguile esse é um local ideal para fumar, mas há áreas para não fumantes também. Eles funcionam como restaurante e bar. Eu jantei um dia lá. Pedi um salmão com vegetais e uma porção de Mini hamburger:

Salmão com vegetais.

Para sobremesa pedi um Strudel de mirtilo com sorvete:

Strudel de Blueberry e não de maçã como o tradicional.

Revolyutsionnaya 10, Minsk 220030

+375 29 305-90-00

https://myatalounge.net/

3- Honky Tonk

Honky Tonk Piano Bar.

Esse restaurante costuma ficar bem animado para o jantar porque ele é também um “Piano bar”. Eu não consegui ir a noite mas fui almoçar lá e recomendo. Pedi um frango com creme de espinafre:

Restaurante Honky Tonk.

De sobremesa pedi um Cheesecake:

Cheesecake. Restaurante Honky Tonk.

Vulica Internacyjanaĺnaja 25а, Minsk 220030

+375 29 195-40-95

https://honky-tonk-piano-bar.business.site/

Onde se hospedar?

Eu fiquei no Urban Hostel e gostei bastante. Fica super bem localizado, do lado do teatro Bolshoi. É uma hospedagem mais econômica.

Urban Hostel.
Urban Hostel- Minsk.

Fiquei em um quarto privativo com uma cama de casal e banheiro compartilhado. O aquecedor funcionou muito bem no inverno. O quarto era bem limpo.

 Eles vendem tours por Belarus também para quem quiser. Adorei a equipe e vibe desse hostel!

Restaurante. Urban hostel.

220029, Belarus, Minsk, Zaborskogo street, 3

[email protected]

Reserve aqui o hotel

https://urban.by/en/

Para mais informações e dicas acesse meu instagram @drdiegoviajando .